Boas-vindas

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Dieta Coletiva 2

         Pois é. Minha segunda postagem da dieta coletiva. A semana começou devagar, me preocupei em evitar os doces e refrigerantes. Refrigerante, nem ligo muito, mas os doces, ah! Os doces! Principalmente delicado, jujuba, pudim, panetone, torta de limão, alemã...
        Não lembro o dia, mas tuitando, a  minha amiga Lucí Cardinelli (clica aí no nome pra ver o que ela faz, muito lindo), falou da ração humana. Me empolguei e pedi ao Mario (meu marido) que trouxesse. E ele disse: - Pra quê? - Estou de dieta, eu falei. - Tá bom, mas você sabe como tomar? - Sei! Claro!  Não sabia, mas fui pesquisar depois.
        Ele é assim, vive me trazendo presentes. A maioria de comer. Porque será? Mesmo quando eu digo que não poderia comer tanto doce...

Ração humana- já misturada
        Eis a ração: disfarcei num pote de biscoito, para parecer mais apetitoso e descobri que nem precisava.  O negócio é gostoso. Fiz suco de pêssego e maçã com a mistura e ficou muito bom. No dia seguinte, minha filha, a Bia, que aderiu à dieta, bateu iogurte de laranja com a ração e foi ótimo, também. Estamos usando com sucos e iogurtes, porque preferimos, mas pode ser no leite (eu não gosto de leite) e sei-lá-mais-onde. Fiz um post especial falando da ração humana. Clica aqui, no marcador dieta coletiva.
 

Amo muito tudo isso!!!!!!!!!
        Só que a vida nem sempre é perfeita, não é? Junto do presente acima, ele trouxe outros, só para me agradar. Agora não sei se o mato ou caso com ele. Olha aí, ao lado. Toda a perdição da minha vida se resume em delicado, jujuba, laranja cristalizada e outros pecados, que devem estar nos armários, camuflados . O pior é que não posso reclamar, já faço isso o tempo todo. E a verdade é que ele vive pensando em como me alegrar, me incentivar, me descansar...
        Passei o resto da semana resistindo, bravamente, às tentações desse mundo melado e tentado arranjar coragem para o próximo passo: exercício. Nada de corrida, flexões, abdominais, não! Não sou Santa. Prefiro a caminhada. É mais a minha cara. Tenho um cenário maravilhoso para me inspirar,  a cinco minutos de casa...não posso desistir, já que nem comecei...
        Eis um bom motivo para caminhar:


Praia do Recreio dos Bandeirantes, fim da reserva ambiental...


 Até a próxima semana, se Deus quiser, com novidades!

Share |

5 comentários:

indirarj disse...

amore!estou resistindo!nao vi nd de bom.... ainda,mas vou ver!agora pergunta q nao quer calar:pq os maridos trazem coisas gostosas p/nos alegrar?kk aqui tb é assim.acho q é sabotagem oculta!kk vamos persistir e venceremos!falta comprar a raçao,sera q se comer a do peixe adianta?kk posso virar sereia ... ou baleia!prefiro sereia!bjks e estamos juntas!

10 de janeiro de 2011 16:05

Luci Cardinelli disse...

Irmão chegou de Rio das Ostras com 3 pacotes de doce prá mim :( escondi dentro no armário na mais alta prateleira prá ver se esqueço deles hehehe

Que bom que gostou daração humana :)

beijos e ótima semana

Andréa disse...

Vá em frente amiga ,não desista , rsrs.
Tem desafio dos 7 pra você responder lá no meu blog, fica a vontade.

bjs, Andréa....

andreaquitutes.blogspot.com/

@llacerdaa disse...

Tb to nessa e sou vidrada em doces

Anônimo disse...

Vou dar uma de Grace (e só ela deve entender): Vamos ver até quando isso dura. =D
Mas se durar, ótimo. Precisamos dar o exemplo para os nossos pequenos com uma boa alimentação também, além de uma boa educação.
No meu caso, são as barras de chocolate que estão escondidas dentro do quarto (é tudo meu hohoho). Mas essas eu vou comendo devagar, ao invés de uma inteira de uma vez, como de costume. E o refrigerante? Ah! Eu não desgrudo da minha Coca zero, tenho apego e responsabilidade social, estou gerando empregos aos próximos.
Grace, próximo passo: Arroz integral! Vamos?

Bia

Web Statistics